Adus busca ajuda para traduzir Lei de Refúgio brasileira para o francês

0
467

A divisão brasileira do Adus, instituto que atua no acolhimento e integração de refugiados, lançou um pedido de ajuda na internet nesta terça-feira (10) para traduzir a Lei de Refúgio brasileira para o francês.

O documento pode ser acessado no portal do Palácio do Planalto por meio deste link. O convite vale para qualquer pessoa que tenha domínio do idioma francês, seja brasileiro ou migrante. Os voluntários devem entrar em contato com o Adus por meio da página no Facebook ou pelo e-mail sidarta.martins@adus.org.br .

Quem quiser participar vai receber pequenos trechos da Lei, de modo a não sobrecarregar nenhum voluntário. Após a tradução, o próximo passo do projeto é traduzir para o francês os pontos básicos do direito do trabalho.

Adus lança campanha na internet para traduzir a Lei de Refúgio brasileira para o francês. Crédito: Divulgação
Adus lança campanha na internet para traduzir a Lei de Refúgio brasileira para o francês.
Crédito: Divulgação

“Esta ação do ADUS quer produzir o texto da Lei 9.474 em francês. Com este texto em língua francesa, muitas dificuldades serão superadas. A língua é uma barreira para a busca pelos direitos e compreender bem a Lei que regula o direito ao refúgio é fundamental para quem busca esta proteção no Brasil”, explica o comunicado do instituto.

Pessoas de países que falam francês, como Senegal e República Democrática do Congo, estão entre os que lideram os pedidos de refúgio no Brasil, de acordo com dados do Comitê Nacional de Refugiados (Conare). Nessa conta não entram (pelo menos ainda) os haitianos – que em princípio não se enquadram nas normas brasileiras de concessão de refúgio – , mas também têm o francês como um de seus idiomas. Mas tais dados já dão uma ideia da importância que representa a existência de materiais como esse em francês.

Além do atendimento, o Adus conta com uma área em seu site destinada a derrubar os principais mitos que em geral recaem sobre pessoas nessa situação. Um trabalho que vale a pena ser conhecido, reconhecido e apoiado.

Adus – Instituto de Reintegração do Refugiado – Brasil
Rua Rodésia, 398 – São Paulo (próximo à estação Vila Madalena do metrô)
(11) 7800-7511

Home

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui