publicidadespot_img
sábado, dezembro 3, 2022

Brasileiras na Irlanda também denunciam machismo e estereótipos por meio da hashtag #MeuAmigoSecreto

Por Jéssica Moreira

Nesta semana, as mulheres do Brasil dominaram as redes sociais. A hashtag ‪#‎MeuAmigoSecreto‬ fez da comum prática de presentes de fim de ano uma metáfora para mobilizar centenas de mulheres a denunciarem os abusos que, diariamente e, desde meninas, sofrem dos homens: pais, irmãos, amigos, maridos, tios, avôs, vizinhos, patrões, namorados e por aí vai.


As brasileiras na Irlanda, em uma página no Facebook que agrega apenas mulheres brasucas – Calcinhas in Ireland – postaram frases que mostram como o machismo não só atravessa o oceano, como, muitas das vezes, pode estar relacionado à nacionalidade.

Veja abaixo algumas frases postadas pelas mulheres na página:

Foto de uma das páginas com a hashtag #MeuAmigoSecreto Crédito: Reprodução
Foto de uma das páginas no Facebook com a hashtag #MeuAmigoSecreto
Crédito: Reprodução

#MeuAmigoSecreto acha que só porque sou brasileira eu tenho que transar com ele
Jéssica Moreira

#MeuAmigoSecreto acha “ok” pagar 90 euros por semana para seu babá 24h por dia.
Jéssica Moreira

#MeuAmigoSecreto é brasileiro, e sempre que uma mulher brasileira não se interessa por ele, ele sai por aí falando que mulher brasileira só se interessa por passaporte vermelho!!!
Catarina Amaral Broughan

#MeuAmigoSecreto acha que só porque não nasci na Europa estou doida para casar com o primeiro Europeu que aparecer para ficar aqui “forever”!
Tunísia Lima

#meuamigosecreto me contratou para trabalhar na empresa dele, em menos de uma semana me chamou numa salinha particular e me propôs que eu fosse diretora na outra empresa que ele estava montando, e então colocou a mão entre as minhas pernas e disse que “adora trabalhar com brasileiras”. Levantei e fui embora, continuo procurando emprego em Dublin.
Ana Carolina de Aguiar

Capa de outra página intitulada Meu Amigo Secreto. Hashtag #MeuAmigoSecreto tem denunciado machismo no cotidiano feminino. Crédito: Reprodução
Capa de outra página intitulada Meu Amigo Secreto. Hashtag #MeuAmigoSecreto tem denunciado machismo no cotidiano feminino.
Crédito: Reprodução

#MeuAmigoSecreto disse que eu deveria ficar feliz em ser explorada aqui, afinal sou brasileira e tem um monte de sul-americano aqui precisando de emprego.
Renata Baldrez Bernardo

#MeuAmigoSecreto quando soube que eu viria para a Irlanda, me perguntou quem era o “cara” que ia pagar pelo meu intercâmbio. Daí eu respondi que o único cara que paga minhas contas é o meu trabalho.
Pâmela Bandeira

#MeuAmigoSecreto é o tipo de cara que te chama pra beber e sair com ele no teu trabalho sendo você waitress (garçonete) e ele o cliente, ainda mais quando pergunta de onde sou e digo que sou Brasileira.
Edinéia Mânica

#meuamigosecreto pede para eu trabalhar mais horas e dias sem remuneração do que a pessoa que tem o mesmo cargo que eu mas é alemã, meu amigo secreto “sabe” que brasileiro “gosta” de agradar todo mundo e não sabe dizer não.
Tarsila Sartori Nascimento

#Meuamigosecreto acha que só estou namorando um Irish (Irlandês), porque quero o passaporte vermelho, mas eles nem sabem que ainda vou tirar o stamp4 antes de me casar, e estou juntando dinheiro pra poder me casar daqui uns anos. Eles pensam que não existe amor entre nacionalidades diferentes.
Sarah Sampaio

- Advertisement -spot_img
- publicidade -

Últimas Noticías