Com referências para migrações, MSF lança guia de fontes para questões humanitárias

0
438
Guia de Fontes está disponível em versão impressa e também online. Crédito: Rodrigo Borges Delfim/MigraMundo

Direcionada para jornalistas, a publicação também está disponível no formato online e inclui contatos úteis para pautas sobre migrações

Por Rodrigo Borges Delfim
De São Paulo (SP)

Jornalistas e demais pesquisadores e interessados em questões humanitárias ganharam um reforço nesta semana. A organização Médicos Sem Fronteiras, que atua em crises humanitárias em todo o mundo acabou de lançar um guia de fontes importantes para quem acompanha o assunto.

A publicação, disponível tanto em formato impresso como online, conta com uma série de contatos de especialistas, organizações internacionais, grupos de pesquisa, entre outras fontes de referência. Há também um glossário com definições e informações básicas sobre termos comuns na cobertura de ações humanitárias de Direito Internacional Humanitário.

Clique aqui para acessar o guia online

O guia teve dois eventos especiais de lançamento: no último dia 03/05 no Rio de Janeiro; e no dia seguinte, em São Paulo, no Sindicato dos Jornalistas.

Guia foi lançado no Rio de Janeiro e em São Paulo (foto).
Crédito: Rodrigo Borges Delfim/MigraMundo

“Com o guia, queremos promover e tornar mais acessível a cobertura jornalística de contextos desse tipo, que exigem uma grande mobilização internacional para salvar vidas”, aponta Claudia Antunes,  coordenadora de relações com a imprensa de MSF-Brasil.

Entre os contatos disponíveis na área de migrações estão entidades como a OIM (Organização Internacional para as Migrações), ACNUR (Alto Comissariado da ONU para Refugiados) e as Cáritas de São Paulo e Rio de Janeiro, além de especialistas inseridos em centros de pesquisa e instituições de todo o país.

Na versão online os usuários podem ainda indicar outras fontes que ainda não constam entre as listadas para o guia, como forma de permitir uma atualização e expansão constantes do número de fontes.

Além dos contatos, a publicação conta ainda com artigos e depoimentos de especialistas e jornalistas que abordam especificidades, práticas e dilemas da assistência emergencial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui