Do Paraguai para o Brasil: ele dança, cozinha e aprendeu a cortar cabelo

1
151

Por Eva Bella

No Paraguai ele tinha dois trabalhos: um deles em uma editora, e outro na casa da família Vallejos, que até hoje fala com carinho. Na terra natal também deixou a mãe, os familiares e amigos.

Ele veio para o Brasil, convidado pela irmã. Veio para conhecer e se apaixonou. Adolfo Baéz está em São Paulo desde 2011, quando começou a trabalhar como ajudante de costura. Aprendeu a manejar as máquinas e hoje ocupa um cargo de confiança.

Adolfo é parte do grupo Acuarela Paraguaya. Crédito: Eva Bella
Adolfo é parte do grupo Acuarela Paraguaya.
Crédito: Eva Bella

Adolfo veio com valores que a mãe lhe deu, como o valor à vida, respeito, carinho, humildade e alegria e o sorriso que nunca falta. E neste mês de dezembro ele se formou em um curso de cabeleireiro.

Agora, seu próximo passo é realizar um grande sonho, que é o de ter seu próprio salão – atualmente ele atende em casa, mas também vai até a residência dos clientes.

Além do Acuarela, ele também é cabeleleiro e cozinha nas horas vagas. Crédito: Eva Bella
Além do Acuarela, ele também é cabeleireiro e cozinha nas horas vagas.
Crédito: Eva Bella

“A ideia de estudar vinha de mim mesmo. Como não trabalhava mais aos sábados, disse para mim mesmo que tinha de fazer algo produtivo para minha vida. Assim, comecei a aproveitar esse tempo livre para estudar”.

Já deu para ver que Adolfo é cheio dos dotes: além de dançar no Acuarela Paraguaya, tradicional grupo folclórico que traz um pouquinho do Paraguai para São Paulo, ele cozinha os melhores quitutes paraguaios, com fotos de dar água na boca só de olhar.

Adolfo e a chipa guasú, receita típica do Paraguai. Crédito: Arquivo pessoal
Adolfo e a chipa guasú, receita típica do Paraguai.
Crédito: Arquivo pessoal

O grupo, aliás, é de grande importância para a vida de Adolfo. “Eles me motivam desde sempre, Meus seres queridos, amigos e familiares me apoiaram bastante”, conta ele sobre o incentivo para a nova profissão, de cabeleireiro.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.