Documentário militante “Who Is Dayani Cristal?” retrata vida e morte na fronteira México-EUA

2
122

“Migrar é uma questão complexa. Há muitas razões por que as pessoas deixam suas casas, e por que as fronteiras são tão perigosas”. Uma dessas fronteiras é a México-EUA, uma das mais vigiadas e letais do planeta, mas ainda assim rota de imigração para aqueles que sonham com o chamado “american dream”.

Read here in English (in PDF to download)

Esses relatos de sobrevivência e morte na fronteira deram origem ao longa/documentário “Who Is Dayani Cristal?“, premiado na edição de 2013 do festival de Sundance, um dos mais importantes do cinema alternativo mundial. O trabalho é resultado da direção do cineasta Marc Silver e do ator mexicano Gael García Bernal, que protagoniza a produção. Aliás, não se trata do primeiro longa do ator relacionado a imigração, que também cuidou de outra produção, The Invisibles, feita para a Anistia Internacional mexicana em 2010.

O longa ainda não está disponível no circuito (no site oficial há apenas a informação “em breve”), exceto por exibições programadas para diversas cidades dos EUA e de países europeus. Mas é possível ter uma ideia dele por meio do trailer disponível na web e pelo site oficial do filme.

O ponto de partida é um corpo em decomposição encontrado no deserto do Estado do Arizona (EUA) que tem uma tatuagem onde pode ser lido “Dayani Cristal”. A partir daí, o longa conta a história de um migrante (encarnado por Gael) que se viu no trecho mortal do deserto conhecido como “corredor da morte” e mostra como a vida se torna um testemunho para os resultados trágicos da guerra dos EUA contra a imigração.

Assim, o longa procura entender não apenas quem ou o que significaria a inscrição Dayani Cristal encontrada no cadáver, mas todo um processo que leva pessoas a imigrarem e a assumir riscos que podem lhes custar as próprias vidas. Dessa forma, procura humanizar o tema da imigração e fugir da abordagem securitária que em geral recebe nos EUA e outros países mundo afora.

As críticas positivas na imprensa especializada dão ainda mais peso ao documentário. Em uma delas, do Hollywood Reporter, “Who Is Dayani Cristal?” é qualificado como “um filme profundo que busca uma nova forma de fazer o debate da imigração”.

Site de divulgação e ativismo

Apesar do filme ainda não estar disponível para o grande público, é possível explorar os recursos e serviços do site oficial do longa, que não restringe apenas a promover a produção.

Na seção Border Stories, que contêm outras histórias de pessoas que já cruzaram ou ao menos tentaram passar pela fronteira México-EUA – e também convida outras pessoas que tiveram semelhante experiência a deixar seu depoimento.

Já em Take Action são encontrados links para diversas iniciativas que dão suporte para imigrantes nos EUA e América Central, além de convidar o visitante a doar para essas instituições. Também é possível relatar casos de pessoas desaparecidas na tentativa de cruzar a fronteira, de modo a facilitar a busca – seja viva ou morta.

Por fim, na seção Learn o visitante é convidado a conhecer um pouco mais sobre imigração. E o objetivo é claro: “entender a migração ajuda a parar as mortes no deserto”, anuncia o espaço.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.