Espaço gastronômico de refugiados do Congo será inaugurado durante Festival em São Paulo

0
164
Culinária congolesa será atração em novo food park em São Paulo. Crédito: Divulgação

Por Géssica Brandino
Do Caminhos do Refúgio (acesse aqui o link original)

Refugiados da República Democrática do Congo inauguram neste sábado (6/8) o  Congolinária: Descobrindo os Sabores do Congo, no Food Park Quintal de Casa (Rua Dr. Renato Paes de Barros, 484, Itaim Bibi – São Paulo). A abertura do espaço gastronômico marca o início do 1º Festival de Gastronomia, Arte, Música, Imigração e Refúgio, que será realizado no espaço das 12h às 22h, durante todos os finais de semana de agosto.

Com o intuito de partilhar a história, cultura e especialmente a gastronomia da região central da África, a comunidade congolesa, costumeiramente participa de festivais e eventos culturais diversos, oferecendo pratos típicos degustados em países africanos.

A culinária congolesa privilegia a utilização de produtos naturais sem aditivos químicos e complementos industrializados, todos os pratos são preparados de modo artesanal, mantendo viva a tradição das famílias congolesas que preparam todas as suas refeições em casa, sem o hábito de alimentar-se fora, como nas grandes metrópoles ao redor do mundo.

No cardápio que poderá ser degustado diariamente no Congolinária estão os tradicionais sambusas (típico salgado congolês), couve na mwamba, (refogado de couve servido com pasta de amendoim), pilao (típico arroz congolês servido com vegetais, gengibre e especiarias), pomme sautèe (batata temperada frita inteira), fufu (um tipo de polenta feita com farinha de mandioca fina e farinha de milho), choux (regofado de repolho temperado à moda congolesa), o docinho congolês de biomassa de banana da terra com amendoim, chips de banana da terra e o Tangawisi (suco de gengibre e abacaxi).

Culinária congolesa será atração em novo food park em São Paulo. Crédito: Divulgação
Culinária congolesa será atração em novo food park em São Paulo.
Crédito: Divulgação

Respeitando a base da dieta congolesa, que é vegetariana, o Congolinária não servirá nenhum produto de origem animal e também proporá algumas releituras com ingredientes não tão comuns no Congo mas facilmente encontrado no Brasil, como o nhoque de banana da terra com molho de shimeji.

Sabores do Festival

Além da inauguração do Congolinária, o Festival promovido no Quintal de Casa também terá restaurantes do Oriente Médio, México, Itália, França, entre outros trucks que estão no local. Haverá ainda apresentações musicais, exposições de arte, venda de roupas, artesanatos e peças de decoração típicas de diversos países. Para completar o evento, no primeiro dia de atividades do Festival será realizada uma roda de conversa sobre imigração e refúgio no Brasil e no mundo. Confira a programação abaixo:

Sábado – 06/08/2016

Feira de Artesanato – 12h às 22h
Feira gastronômica – 12h às 22h

Oficinas de Turbantes Africanos – 15h às 16h
Mulheres do Congo e do Senegal realizarão uma oficina cujo objetivo é valorizar o uso de turbantes em mulheres, homens e crianças, desmitificando qualquer preconceito que se tenha sob o uso desse acessório. A proposta é ensinar a fazer turbantes ornamentais que compõem o figurino de mulheres africanas de vários países.

Roda de Conversa sobre os desafios da imigração e refúgio no Brasil – 16h30 às 17h30 – Roda de conversa sobre imigração e refúgio no Brasil, discussão sobre os impactos sobre a imigração na pulverização e fortalecimento da cultura internacional na cidade de São Paulo.

Apresentações musicais

14h às 15h | YANNICK DELASS – República Democrática do Congo

18h às 19h|OS ESCOLHIDOS – República Democrática do Congo

19h às 20h |TEX BROW – BOLÍVIA

20h às 21h | LOODY BEAVUAIS- HAITI

21H às 22h | AURIEN JOEL – HAITI

Local: O QUINTAL DE CASA
Rua Dr. Renato Paes de Barros, 484, 04530000 São Paulo

Mais informações, nas páginas Congolinária e na página do Festival no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.