Guia sobre migrações orienta jornalistas na cobertura do tema

3
139

Os meios de comunicação têm importância vital não só como fonte de informação, mas também na construção do imaginário sobre um determinado assunto. O crescimento da questão migratória no país mostra que os veículos brasileiros, em geral, ainda estão pouco preparados para lidar com o tema.

Capa_Guia1

Foi dessa necessidade de criar algo que pudesse orientar os comunicadores e mediadores sociais na abordagem das migrações e temas correlatos que surgiu o Guia das Migrações Transnacionais e Diversidade Cultural para Comunicadores. Organizado por Denise Cogo e Maria Badet, o estudo nasceu de uma iniciativa conjunta de um grupo de pesquisadores brasileiros que atuam em universidades do país e do exterior, como UFRJ, Universidade Vale dos Sinos (RS), Universidade Católica de Brasília e a Universidade Autônoma de Barcelona.

Baixe aqui a versão em PDF do guia

Dentre as preocupações e objetivos do Guia estão: reconhecer o crescimento das migrações transnacionais e de seus desdobramentos nas relações com a sociedade; valorizar, sem idealizar, a diversidade cultural e as contribuições econômicas, políticas e socioculturais dos migrantes; contribuir para a ampliação do debate social sobre o tema; situar o papel preponderante da mídia na construção da visibilidade do assunto, entre outros.

Além de trazer dados, conceitos e recomendações para o acompanhamento das migrações, a publicação traz uma extensa lista básica de sugestões de contatos e fontes na área – que podem muito bem ser ampliadas com o trabalho de cada comunicador. Em suma, o Guia das Migrações Transnacionais e Diversidade Cultural para Comunicadores cumpre muito bem a função de publicação de referência não só para iniciantes na cobertura de questões migratórias, mas também para os já iniciados.

 

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.