II Pedal Humanitário une lazer e consciência em Florianópolis

0
187
Pedal Humanitário reunirá atividades esportivas e culturais em prol de pessoas migrantes e refugiadas. Crédito: Divulgação

Evento que acontece no próximo dia 29 na capital catarinense unirá atividades esportivas e culturais em prol da população refugiada e imigrante

Por Bruna Kadletz
Do Círculos de Hospitalidade*, em Florianópolis (SC)

Ao redor do mundo, milhões de pessoas passam pelo inimaginável: têm suas vidas destroçadas por guerras, violência e catástrofes naturais. Além de terem suas histórias marcadas pelo deslocamento forçado e vida em exílio, muitas comunidades refugiadas e imigrantes encontram hostilidade ao invés de hospitalidade. Diante desta realidade, entendemos que, alinhado a políticas públicas humanizadas, se faz necessário a construção de espaços de conexão e integração, aproximando a sociedade de acolhida e comunidades refugiadas e imigrantes.

Afinal, a partir do momento que humanizamos nosso olhar e enxergamos o desconhecido outro, que vem buscar refúgio e novos começos em nossas cidades, como um ser humano provido de agência e capacidade de contribuir para o desenvolvimento social, cultural e econômico de nosso país, desconstruímos a narrativa que hostiliza a presença dessas pessoas entre nós.

Foi a partir desse movimento de sensibilização que, em junho de 2018, o Programa Bem Viver, do Ministério Público Federal em Santa Catarina (MPF/SC) em parceria com a organização Círculos de Hospitalidade, a Comissão de Direitos Humanos da Polícia Rodoviária Federal e o Centro de Referência de Atendimento ao Imigrante (CRAI/SC), resolveu organizar a primeira edição do Pedal Humanitário.

Logo da segunda edição do Pedal Humanitário, que acontece no próximo dia 29 de junho.
Crédito: Divulgação

A manhã de atividades esportivas e culturais em prol de pessoas refugiadas e imigrantes no estado de Santa Catarina contou com a participação de 127 ciclistas, que doaram leite e fraldas para famílias refugiadas e imigrantes. O evento, que aconteceu no mês em que se celebra o Dia Mundial do Refugiado (20/06), trouxe visibilidade para a causa, com mais de 40 inserções na mídia local e redes sociais.

Movimentos e eventos como este são um convite para ressignificar o olhar a respeito de comunidades forçadas a migrar. Principalmente no estado de Santa Catarina, que apesar de acolhedor, observa um aumento expressivo da violência xenofóbica e racismo contra refugiados e imigrantes negros. É preciso entender que o processo de migração e integração difere de pessoa para pessoa, e que determinados grupos, como os negros e as mulheres, por exemplo, são comumente despidos de sua humanidade e colocados em zonas de vulnerabilidade.

Neste ano, vamos repetir a dose no dia 29 de junho. O II Pedal Humanitário traz a mesma intenção da primeira edição, unir a sociedade de acolhida e pessoas refugiadas e imigrantes no movimento pela humanização daqueles que buscam novos começos em nossas sociedades. E seguindo a proposta inclusiva do evento, a Yellow Bikes disponibilizará 30 bicicletas para que a comunidade migrante esteja presente no passeio.

O trajeto será do prédio da Justiça Federal/SC, passando pela bela Beira-Mar e indo até o Parque de Coqueiros, onde os ciclistas encontram uma Feira Multicultural e apresentação cultural de pessoas refugiadas e imigrantes. Para inscrição no Pedal, será necessária a doação de 3 quilos de alimentos não perecíveis (Arroz, feijão e farinha de trigo), que serão destinados às famílias dos refugiados, atendidas pelo CRAI/SC e pela organização Círculos de Hospitalidade.

O evento ainda conta com o apoio do artista Luciano Martins, que assinou a logomarca da camiseta, da Guarda Municipal de Florianópolis, Yellow Bikes, Cicles Hoffman, JF/SC, Eletrosul, Rotary e GAIRF (Grupo de Apoio a Imigrantes e Refugiados em Florianópolis).

Se você quiser apoiar a realização do evento, pode adquirir a camiseta do Pedal. Para mais informações, formas de apoio e inscrições, entre em contato pelo e-mail: prsc-bemviver@mpf.mp.br.

*O Círculos de Hospitalidade é um movimento pela humanização de refugiados e imigrantes. Como organização, desenvolvemos iniciativas culturais, educacionais e sociais com a intenção de facilitar o processo de integração de comunidades refugiadas e imigrantes a sociedade de acolhida. Nossa missão é resgatar a cultura da paz e hospitalidade em tempos de intolerância e xenofobia. Mais informações: circulosdehospitalidade@gmail.com e redes sociais @circulosdehospitalidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.