Nova edição do TAI leva imigrantes e cultura para a rua no Bom Retiro; veja programação

0
452

Nos dias 11 e 12 de fevereiro, a praça Coronel Fernando Prestes, no bairro paulistano do Bom Retiro, vai se tornar um Território Artístico Imigrante, ou simplesmente TAI.

O festival, que chega à terceira edição (as duas primeiras aconteceram em junho e em outubro de 2016), procura ser uma amostra de como os imigrantes seguem construindo a cidade de São Paulo. Expressões culturais de países como Angola, Bolívia, Cuba, Palestina, República Democrática do Congo, Colômbia, Argentina, Guiné-Conacri, Chile ou Uruguai, fazem parte da programação.

Para os coletivos envolvidos, a iniciativa é organizada em torno de uma ideia: trazer a cultura para a rua é em si uma reivindicação pelo direito imigrante a viver em paz e ver sua cidadania e cultura respeitadas.

A iniciativa é organizada pelo projeto Visto Permanente, um acervo digital de expressões artísticas imigrantes de São Paulo (www.vistopermanente.com), em conjunto com outros grupos e coletivos imigrantes. O evento conta ainda com o apoio do Edital Municipal Redes e Ruas e da Coordenação de Políticas para Imigrantes da Prefeitura de São Paulo.

Da poesia à performance, da música ao teatro, da fotografia à dança, o Território Artístico Imigrante é um momento de conexão criativa de artistas e grupos culturais com linguagens e propostas artísticas diferentes, que transformam e reinventam São Paulo, esse território imenso que é também território de artes e culturas imigrantes. Por isso o festival é uma iniciativa que procura ser representativa da diversidade das migrações recentes, mas é também um gesto de afirmação do direito imigrante à cidade.

Além da programação abaixo, durante os dois dias acontecerá também uma exposição de fotografias de imigrantes ou sobre imigração e serão exibidos vídeos do acervo do Visto Permanente.

Programação:

Sábado (11)
15h I Oficina de Tullmas (pompons andinos) com Equipe de Base Warmis

16h I Triptico (Colômbia)

17h. Oula Al-Saghir (Palestina)

18h I Yannick Delass (RD do Congo)

19h I Lakitas Sinchi Warmis (mulheres imigrantes de vários países)

19h30 I SayaAfro Bolivia (Bolívia)

20h30 I DJ Cecilia Yzarra (Perú)

Domingo (12)
15h I Oficina de Danças da Guiné com Aboubacar Sidibé (Guiné-Conacri)

16h I Projeto Raízes e Sarau das Américas

18h I Kollasuyo Maya (Bolívia)

19h I Pipo y Su Sabor (Chile/Argentina/Uruguai/Brasil)

20h I Batanga e cia (Cuba)

 

Território Artístico Imigrante (TAI)
Data e hora: 11 e 12 de fevereiro, das 15h às 22h
Local: Praça Cel. Fernando Prestes, Bom Retiro – São Paulo (SP)
Informações: evento no Facebook, tel +55 11 9 7583 5153 e e-mail acervovivo.sp@gmail.com
Entrada: gratuita

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui