Nova revista científica, Trilhas da Migração recebe sugestões de artigos

Ligada ao CAMI, revista científica Trilhas da Migração recebe sugestões de artigos até 16 de maio e tem estreia prevista para 30 de julho, no formato online

0
75
Cartaz na Marcha dos Imigrantes de 2016 pede dignidade para os migrantes no mundo todo. Crédito: Rodrigo Borges Delfim/MigraMundo

Os estudos sobre as migrações vão ganhar um novo espaço para discussão nas próximas semanas. Trata-se da Trilhas da Migração, revista científica ligada ao CAMI (Centro de Apoio e Pastoral ao Imigrante), que até o próximo dia 16 de maio recebe sugestões de trabalhos para sua edição inaugural.

Os artigos, que devem ser inéditos, podem ser submetidos em português, inglês e espanhol. Eles precisam abranger a mobilidade humana sob as diferentes áreas nas quais ela pode ter algum tipo de incidência: trabalho escravo contemporâneo no contexto urbano e rural, migrações forçadas, tráfico de pessoas, discriminação e xenofobia, organização política e cultural de migrantes, entre outros.

A primeira edição da revista científica Trilhas da Migração tem publicação prevista para 30 de julho, em formato online. A data foi escolhida por coincidir com o Dia do Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, uma área na qual o CAMI possui uma atuação destacada.

Mais informações podem ser encontradas no edital da revista, disponível no portal do CAMI e também neste link. Dúvidas acerca da publicação também podem ser encaminhadas para o e-mail revista.trilhas@cami.org.br .

Foco no imigrante

A Trilhas da Migração tem como editor-chefe o professor Antonio Alves de Almeida, doutor em História pela Universidade de Coimbra (Portugal) e atualmente gestor do Setor Educação e Cidadania e do setor Trabalho de Base do CAMI.

Em conversa com o MigraMundo, ele destacou que o principal objetivo da publicação é potencializar a voz dos imigrantes e a defesa dos direitos dessa parcela da população brasileira.

“Essa revista pretende amplificar valorizar a voz e a vez desses imigrantes enquanto sujeitos de direitos. Por meio desta revista científica vamos usar a ciência para transformar a realidade, para ajudar na emancipação social dos imigrantes”.

Além dos artigos científicos, a Trilhas da Migração vai contar com uma seção intitulada “Fala Você”, com depoimentos de quatro imigrantes de diferentes países e continentes. A ideia é que eles mesmos falem um pouco sobre a vinda de cada um ao Brasil e o que estão encontrando no país. Também serão publicados relatos de experiência de lideranças que atuam com imigrantes em diferentes regiões do Brasil.

A nova revista científica se junta a outras publicações que trazem consigo artigos e resenhas sobre temas ligados às migrações, como a REMHU (Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana) a revista Travessia.

Além da edição de estreia para julho, um segundo volume da Trilhas da Migração é previsto para sair ainda em 2022.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui