publicidadespot_img
terça-feira, fevereiro 27, 2024

Peça homenageia América Latina e mães migrantes com cantigas de ninar e história oral

Conduzida por artistas migrantes, peça de teatro “Canções para Afastar o Medo - contos e acalantos latino-americanos” valoriza a cultura da região e a aproxima do público

Por Maria Eduarda Matarazzo

Uma viagem pela América Latina por meio das canções de ninar locais, que ajudam as mães a acalmar os filhos em momentos de temor e insegurança, muito comuns na infância e que se são potencializados em um contexto de migração. Assim funciona a peça de teatro “Canções para Afastar o Medo – contos e acalantos latino-americanos”, da Qinti Companhia, encenada por artistas migrantes e em cartaz neste mês de julho em São Paulo.

Criada e protagonizada pela peruana Rosana Reátegui e pela uruguaia Natalia Sarante, a produção é apresentada aos domingos no Sesc Pinheiros até o próximo dia 30. O espetáculo é falado em português, mas traz canções em espanhol, guarani, mapuche, quéchua e nahuatl, idiomas dos povos originários da América Latina.

Referências à Mãe Terra

A obra mistura teatro, narração de histórias, animação de formas têxteis e cantigas ninar dos diferentes povos, desde a Terra do Fogo (no extremo-sul da América do Sul), passando pela Cordilheira dos Andes e Antilhas até chegar ao México. Dessa forma, valoriza a história oral e outras manifestações culturais da região, que se espalham por meio da migração.

As histórias contadas e cantadas na peça remetem o público para a figura arquetípica da Pachamama (Mãe Terra, em quéchua). Também aborda temas como maternidade, alegria, cuidado e esperança, além de migração.

Com o cenário têxtil, que remonta a relevância do tecido e da tecelagem para diversos povos latinos, os objetos são manipulados para criar a grande cordilheira, montanhas com cavernas, um enorme rio e caminhos íngremes. Além disso as personagens utilizam peças confeccionadas na delicada técnica da feltragem em lã, e assim traduzem, em suas vestes e histórias, memórias ancestrais de nosso continente. Tudo foi pensado para criar um clima característicos das regiões e trazer a sensação de imersão naquela cultura.

A produção foi vencedora do Prêmio CBTIJ de Teatro para Infância em 2022, categorias Atriz e Melhor Música.

Sobre as autoras

Rosana Reátegui, atriz e narradora de histórias peruana, e Natalia Sarante, musicista uruguaia, são artistas migrantes com residência no Rio de Janeiro. Ambas buscam trazer a possibilidade de construção de pontes artísticas e culturais de intercâmbio latino-americano, focando nas áreas de música, teatro e literatura.

Juntas, elas criaram em 2016 a Qinti Companhia, responsável pelo espetáculo. Como trabalhos anteriores estão a peça “Temperos de Frida” e uma sessão de histórias online relativas ao tema da produção no Festival Boca do Céu em São Paulo.

Serviço

“Canções Para Afastar o Medo – contos e acalantos latino-americanos”
Data e hora: Até 30 de julho. Domingos sessões às 15h e 17h.
Local: Auditório SESC Pinheiros – 3º andar (98 lugares)
Endereço: Rua Pais Leme, 195 – Pinheiros, São Paulo – SP 
Valores: R$ 25 (inteira); R$ 12,50 (Meia entrada), R$ 8 (Credencial Sesc) e grátis para crianças até 12 anos   
Ingressos à venda no portal sescsp.org.br e nas bilheterias das unidades Sesc
Recomendação etária: Livre
Duração: 50 minutos

Publicidade

Últimas Noticías