Programa ForMigra vai oferecer 20 cursos online gratuitos de formação e capacitação sobre migrações

Programa de Formação e Capacitação em Mobilidade Humana e Deslocamentos Forçados, o ForMigra é fruto da parceria entre sociedade civil e cinco universidades. Evento de lançamento está disponível no YouTube

0
82
Logo do ForMigra, projeto que une sociedade civil e universidades em torno de cursos onlie para capacitação sobre migrações. (Foto: Divulgação)

Uma aliança entre instituições da sociedade civil ligadas à temática migratória e universidades vai oferecer pelo menos 20 cursos online gratuitos com o objetivo de capacitar atores que atuam com a temática das migrações no Brasil.

As formações se dão em meio ao ForMigra, o Programa de Formação e Capacitação em Mobilidade Humana e Deslocamentos Forçados, lançado oficialmente em evento promovido nesta terça-feira (10) na Universidade de Caxias do Sul (UCS). A atividade foi transmitida pelo YouTube.

Fazem parte do ForMigra a Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeo-Scalabrinianas, por meio do Centro de Atendimento ao Migrante (CAM), de Caxias do Sul, além de cinco instituições de ensino superior: Universidade de Caxias do Sul (UCS), Universidade de Passo Fundo (UPF), Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA).

“Nosso principal propósito é que a gente capacite e leve adiante a responsabilidade social dentro de um tema tão atual, o de migrações e refúgios. É um debate que merece o comprometimento de atores da sociedade civil, de entidades e de universidades, não apenas dentro da sociedade gaúcha, mas também da brasileira”, afirmou o coordenador do programa no CAM, o advogado Adriano Pistorelo, ao portal da AESC.

O advogado Adriano Pistorelo, coordenador do ForMigra, durante o lançamento do programa. (Foto: Divulgação)

Próximos cursos já confirmados

A iniciativa chega em meio a uma série de desafios impostos pela temática nos últimos anos no país, como a migração venezuelana e o processo de interiorização, além dos impactos da pandemia de Covid-19.

O primeiro curso da série, aliás, já foi ministrado. Em 27 de abril, Pistorelo apresentou o seminário Regularização Migratória pela via Laboral e Acesso Migranteweb 2.0, com certificado oferecido pela UPF.

Até meados de junho vão ocorrer outros quatro cursos. Os links para inscrição em cada um serão divulgados em breve

  • 16 de maio, das 15h às 17h30: Os Impactos do Deslocamentos Forçado na Saúde Mental, com certificados oferecidos pela UCS;
  • 23, 25 e 27 de maio, das 9h às 11h: “Capacitação para a Mídia” – Dicas de Comunicação para Atores Ligados à Temática Migratória, com certificados oferecidos pela UCS;
  • 2 e 9 de junho, das 18h às 20h: Advocacy na Prática: Caminhos e Aprendizados ao Fazer Incidência Política, com certificados oferecidos pela UCS;
  • 15 de junho, das 9 às 11h: Deslocamento Interno, Aprimoramento e Inclusão dessa Categoria no Ordenamento, com certificados oferecidos pela UPF

Também são esperadas para os próximos meses as confirmações de novas datas e cursos. As sugestões de temas a serem abordados pelo programa surgiram a partir de consultas e sugestões feitas por instituições e atores individuais da sociedade civil, com o objetivo de aprimorar a atuação junto à população migrante no território brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui