Saudades do WSFM? Relembre apresentações culturais do Fórum de 2014

0
338
Pepe Compaigne, grupo da Costa do Marfim.

Entre os dias 5 e 8 de dezembro a cidade de Joanesburgo (África do Sul) recebeu a sexta edição do Fórum Social Mundial das Migrações (WSFM, na sigla em inglês). Realizado pela primeira vez no continente africano, o fórum foi uma bela oportunidade para conhecer um pouco melhor sobre a cultura da África do Sul e de outros países do continente.

Dentre as atrações do primeiro dia estava um grupo de Pantsula, uma dança frenética iniciada entre as décadas de 1950 e 1960 nos subúrbios de Joanesburgo. Era usada pelas comunidades negras como forma de expressão na época do apartheid e continua até hoje como uma grande e importante expressão cultural da juventude sul-africana.

Grupo de pantsula faz apresentação no primeiro dia do WSFM 2014. Crédito: Rodrigo Borges Delfim
Grupo de pantsula faz apresentação no primeiro dia do WSFM 2014.

Uma pequena amostra do que foi apresentado no WSFM pode ser vista neste vídeo de 2012, durante um evento em Joanesburgo:

Ainda falando de África do Sul, uma das homenagens feitas a Nelson Mandela que mais emocionaram os presentes ao fórum foi o poema declamado em Xhosa (ou Cosa), língua falada pelo ex-presidente sul-africano. É um dos 11 idiomas oficiais do país e a segunda língua africana em número de falantes (18% da população), atrás apenas do zulu.

Com bandeira da África do Sul, integrante da tribo Xhosa declama poema. Crédito: Rodrigo Borges Delfim
Com bandeira da África do Sul, integrante da tribo Xhosa declama poema.

Já rompendo as fronteiras sul-africanas, chamou grande atenção o grupo “Pepe Compaigne”, da Costa do Marfim, que se apresentou no terceiro dia do evento (07/12). Com tambores nas cores do país e um ritmo frenético, o grupo interagiu com o público que se aglomerou no pátio do Constitution Hill.

A próxima edição do fórum está prevista para 2016, em data e locais ainda a serem definidos. E com ela, novas oportunidades de conhecer um pouco mais e melhor da cultura do país anfitrião. Onde você acha que pode ser?

Fotos: Rodrigo Borges Delfim

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.