Tag: Fronteiras Livres

Após cinco anos no Brasil, congolês morre sem resposta sobre pedido de refúgio

Mesmo debilitado, ele manteve militância em favor de outros migrantes e refugiados Por Rodrigo Borges Delfim Em São Paulo (SP) Cinco anos. Foi esse o tempo que o congolês José Bolayengue conseguiu esperar por uma resposta definitiva do Conare (Comitê Nacional para Refugiados) sobre seu pedido de refúgio no Brasil. Em 2 de janeiro de 2018, o tempo de José acabou. Ele não resistiu às complicações causadas por um câncer em um dos rins e morreu. Nascido em Kinshasa, em agosto de 1966, José estava no Brasil desde 2012.  Ele contou que trabalhava no Ministério de Informações do governo de ... Leia mais

Após cinco anos no Brasil, congolês morre sem resposta sobre pedido de refúgio

Mesmo debilitado, ele manteve militância em favor de outros migrantes e refugiados Por Rodrigo Borges Delfim Em São Paulo (SP) Cinco anos. Foi esse o tempo que o congolês José Bolayengue conseguiu esperar por uma resposta definitiva do Conare (Comitê Nacional para Refugiados) sobre seu pedido de refúgio no Brasil. Em 2 de janeiro de 2018, o tempo de José acabou. Ele não resistiu às complicações causadas por um câncer em um dos rins e morreu. Nascido em Kinshasa, em agosto de 1966, José estava no Brasil desde 2012.  Ele contou que trabalhava no Ministério de Informações do governo de ... Leia mais

Após cinco anos no Brasil, congolês morre sem resposta sobre pedido de refúgio

Mesmo debilitado, ele manteve militância em favor de outros migrantes e refugiados Por Rodrigo Borges Delfim Em São Paulo (SP) Cinco anos. Foi esse o tempo que o congolês José Bolayengue conseguiu esperar por uma resposta definitiva do Conare (Comitê Nacional para Refugiados) sobre seu pedido de refúgio no Brasil. Em 2 de janeiro de 2018, o tempo de José acabou. Ele não resistiu às complicações causadas por um câncer em um dos rins e morreu. Nascido em Kinshasa, em agosto de 1966, José estava no Brasil desde 2012.  Ele contou que trabalhava no Ministério de Informações do governo de ... Leia mais

Após cinco anos no Brasil, congolês morre sem resposta sobre pedido de refúgio

Mesmo debilitado, ele manteve militância em favor de outros migrantes e refugiados Por Rodrigo Borges Delfim Em São Paulo (SP) Cinco anos. Foi esse o tempo que o congolês José Bolayengue conseguiu esperar por uma resposta definitiva do Conare (Comitê Nacional para Refugiados) sobre seu pedido de refúgio no Brasil. Em 2 de janeiro de 2018, o tempo de José acabou. Ele não resistiu às complicações causadas por um câncer em um dos rins e morreu. Nascido em Kinshasa, em agosto de 1966, José estava no Brasil desde 2012.  Ele contou que trabalhava no Ministério de Informações do governo de ... Leia mais

Intervenção leva debate sobre imigração e fronteiras ao metrô de SP

Bandeiras foram confeccionadas por imigrantes e também poderão ser vistas durante a próxima Marcha dos Imigrantes, em São Paulo Por Rodrigo Borges Delfim Em São Paulo (SP) Usuários da linha 3-Vermelha do Metrô de São Paulo com um olhar mais atento devem ter notado a presença de bandeiras junto à sinalização de algumas estações, entre os meses de outubro e novembro. Todas elas foram confeccionadas por imigrantes e são parte da intervenção artística “Fronteiras Livres”, feita para a 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo. Cada bandeira ficou disponível em uma das seguintes estações – Palmeiras-Barra Funda, República, Sé, Brás, ... Leia mais