Veja programação final do IX Fórum de Migrações e V Simpósio sobre Migrações no Rio

0
20
Vista do campus Praia Vermelha, da UFRJ. Crédito: Wikimedia Commons

Evento, que inclui o V Simpósio de Pesquisas sobre Migrações e é aberto ao público, terá cobertura do MigraMundo

Por Rodrigo Borges Delfim
Em São Paulo (SP)
Atualizado em 15/10/17, às 05h10

Já estão definidas as programações do IX Fórum de Migração/Migratic 2017 e do V Simpósio de Pesquisas sobre Migrações, que acontecem de 16 a 20 de outubro no campus Praia Vermelha da UFRJ, no Rio de Janeiro.

Para o evento duplo, que é gratuito e aberto ao público, estão confirmadas a participação de mais de uma centena de pesquisadores, ativistas e migrantes de países da América Latina e do Norte, África e Europa. Para este ano o tema escolhido foi “Interculturalidade, comunicação e migrações transnacionais: fronteiras, políticas e cidadania”. O MigraMundo fará cobertura das atividades.

Fala do professor Mamour Sop Ndiaye (CEFET-RIO) sobre o resgate da identidade brasileira através da imigração africana contemporânea, no painel do último dia do VIII Fórum de Migrações, ao lado das representantes do Coletivo Mallinalli.
Crédito: Divulgação

O Fórum e o Simpósio são uma iniciativa colaborativa e em rede empreendida por pesquisadores do Brasil, França, Canadá, Argentina, Espanha, Estados Unidos, Uruguai, Chile, Equador, Bolívia e Martinica. Seu objetivo é reunir pesquisadores e especialistas de vários países para debater a questão migratória em sua conjugação com o campo da comunicação social, das teorias da cultura, dos estudos fronteiriços e no marco de noções como política, democracia e cidadania.

Veja abaixo a programação, organizada por dia e horário. De manhã acontecem os debates referentes ao Fórum; na parte da tarde as discussões são ocupadas pelos temas a serem apresentados no Simpósio – são 83 pesquisadores no total, que vão apresentar artigos sobre os mais diversos temas relacionados às migrações.

Além dos debates, o evento terá ainda a feira “Chega Junto”, com uma série de opções culturais e gastronômicas oferecidas por migrantes e refugiados de diferentes origens. A programação específica da feira pode ser vista abaixo:

Mais informações podem ser obtidas por meio do site oficial do evento.

IX FÓRUM DE MIGRAÇÕES/MIGRATIC 2017 E V SIMPÓSIO DE PESQUISAS SOBRE MIGRAÇÕES

 

Segunda, 16/10

08h30 – ABERTURA

 

09h – 11h – MEIOS, MIGRAÇÕES E ATIVISMO MIGRANTE

Les migrants dans les espaces publics politiques et médiatiques: réflexions théoriques et empiriques en SIC
Khaled Zouari. UCA. Clermont Ferrand – França

#WelcomeMigrants – activismo del colectivo Marea Granate ante las políticas migratorias en Europa
Denise Cogo. ESPM. São Paulo
Mauricio Nihil. UDELAR. Montevideo – Uruguai

TICs na migração, redes sociais virtuais e interculturação
Elaine Magalhães Costa Fernandez. UFPE/ UTJJ. Recife

Como falar de imigração sem ouvir os imigrantes? O Globo e a Folha de S.Paulo na cobertura da manifestação anti-imigração em SP
Mônica C. P Sousa. UERJ. Rio de Janeiro

11h00 – 13h30 – Políticas Migratórias, Fronteiras e Cidadania

La construcción de la ciudadanía suramericana: ¿un paso hacia la ciudadanía universal?
Jacques Ramírez. UCUENCA. Cuenca – Equador

A política migratória no Brasil a partir de um olhar sócio-histórico
Leonardo Cavalcanti. UNB-OBMIGRA. Brasília

Unos jodidos bolitas: Nuevos rostros de la bolivianeidad en Buenos Aires
Alfonso Hinojosa. UMSA. La Paz – Bolívia

Relações Estado diáspora: os casos brasileiro e equatoriano
María del Carmen Villarreal Villamar. UENF. Rio de Janeiro

 

14:00-15h30 – ESTADO, POLÍTICAS & FRONTEIRAS

  1. Antonella Grieco. IPPUR/UFRJ
    Dos Estados de (In) Segurança a Detenção Administrativa nos centros de migração na Itália
  1. Pedro Henrique Dias Alves Bernardes, Vinícius Menezes Rangel Sá. USP e Université Paris II
    “Muslim Ban”: Donald Trump e a História das Barreiras Migratórias dos Estados Unidos
  1. Ramiro Antonio López. El Colegio de Sonora
    Entre la esperanza y la violencia: políticas punitivas y su estatus migratorio mixto impacto en la familia de estatus migratorio mixto
  1. Thaís Dutra Fernández. UFRGS
    A nova lei de migração e o direito internacional: análise da Lei 13.445/2017 com base em princípios de Soberania e de Política Externa
  1. Patrícia Porto de Barros. IESP-UERJ
    Mudanças do perfil migratório no Brasil contemporâneo

 

Das 15h30 às 17h00 – FLUXOS MIGRATÓRIOS: ESTUDOS COMPARATIVOS

  1. Maria Luísa Francisco. Universidade Nova de Lisboa – Portugal
    Novas Mobilidades na zona transfronteiriça ‘Portugal – Espanha’: Ecoimigração e Interculturalidade no Rio Guadiana
  1. Thiago Mattos Moreira. UERJ
    Uma península para dois irmãos: Os Norte-coreanos na Coreia do Sul e seus ensinamentos sobre Migração, Refúgio e Nação
  1. Edgar Andrés Londoño Niño. UERJ
    Reflexões sobre os fluxos migratórios transfronteiriços recentes entre a Colômbia e a Venezuela
  1. Diane Portugueis. IMIS e PUCSP
    “Lá e cá” histórias e projetos de vida de sorveteiros ítalo-brasileiros na Alemanha

 

Das 17h00 às 18h30 – GÊNERO E IMIGRAÇÃO I

  1. Bruna Soares de Aguiar. IESP/UERJ
    Reconhecimento do refúgio: uma análise sobre a especificidade de gênero
  1. João Maia, Claudia Domingues. FCS/UERJ
    Mulheres migrantes e a perspectiva de gênero
  1. Jobana Moya Aramayo. Colectivo Equipe de Base Warmis-Convergência das Culturas
    Immigrant Women-Identity, Culture and Political Participation in Social Movements – A case study of Team Warmis – Convergence of Cultures
  1. Lucas Rech da Silva, Alexandre Anselmo Guilherme, Henrique Caetano Nardi. PUCRS e UFRGS
    As Haitianas na escola: o peso do passado e a esperança no futuro
  1. Marisa Andrade. UFRJ
    Mulheres Refugiadas X Mercado de Trabalho: Uma Análise da Realidade de Superexploração na Cidade de São Paulo

 

Das 18h30 às 20h00 – GÊNERO E IMIGRAÇÃO II

  1. Aurea Cristina Santos Dias. UFF
    A presença de trabalhadores senegaleses em Niterói/RJ: informalidade, precariedade, resistência e as expressões da imigração contemporânea no Brasil
  1. Flávia Lacerda Teixeira.UFMG
    A inserção de imigrantes chineses no mercado de trabalho brasileiro segundo dados do Censo Demográfico de 2010
  1. Jonathan Viana da Silva. UNIFAP
    Migrações internacionais qualificadas no desenvolvimento socio-econômico das faixas de fronteira: um estudo sobre a fronteira franco-brasileira em Oiapoque/Amapá
  1. Patricia Julia Lewis Carpio. USP
    Trabajo precario y Derecho a Vivienda: Un estudio de caso de Inmigrantes Peruanos en São Paulo

 

Terça, 17/10

8:30-11:00 – DIÁSPORAS, ALTERIDADE E IDENTIDADES CULTURAIS

Diáspora cabo-verdiana no rio de janeiro: identidades: transculturalidade, integração e Cidadania
Maria de Fátima C. Alves. ISCJS. Praia – Cabo Verde

Um caminho longe: as cartas recebidas por um cabo-verdiano no Brasil
Wania Mesquita. UENF. Campos dos Goytacazes

Studies on Chinese Migration to Brazil: the present State and future tendencies
Shu Changsheng. USP. São Paulo

A comida na diáspora: um olhar antropológico sobre a comida chinesa em Salvador, Bahia
Ana Claudia de Sá Teles Minnaert. UFBA/AVS. Salvador

 

11:00-13:30 – DIÁLOGOS INTERCULTURAIS E INCLUSÃO SOCIAL

Migrações, diálogo intercultural e relações (pós) coloniais: processos identitários entre migrantes latino-americanos em Portugal e na Espanha
Julia Alves Brasil. Universidade do Minho. Braga – Portugal

Imigração e gênero: aportes sobre a questão da língua nos processos de adaptação em terra estrangeira
Lená Medeiros de Menezes. LABIMI/UERJ. Rio de Janeiro

Identidade, projeto e mobilidade
Gisele Maria Ribeiro de Almeida. UFF. Campos dos Goytacazes

Os “acessos” por imigrantes às Políticas de Seguridade Social: aproximações acerca da Região Metropolitana de Londrina/PR
Evelyn Secco Faquin e Líria Maria Bettiol Lanza. UEL. Londrina

 

Das 14h às 15h30 – MIGRAÇÃO, IMPRENSA E COLETIVOS I

  1. Eliziane Meurer BOING. URJ
    O consumo cultural e as práticas comunicacionais dos imigrantes haitianos na cidade de Joinville (SC)
  1. Matheus Alves Passaro. PPGCOM ESPM-SP
    Retratos da migração transnacional na cidade de São Paulo: Um estudo sobre o consumo imagético da exposição fotográfica “Somos todos migrantes”
  1. Otávio Cezarini Ávila. IFPR
    Uma década de Brasil: olhares pela imprensa haitiana entre 2005-2015
  1. Sofia Zanforlin, Alberto Marques, Fernanda Sá, Maria Carolina Morais, Omara Soares e Tiago Kirixi. UCB- FAPDF
    Quando a Mídia Brasileira fala de Imigração? Resultados de um ano do Observatório MidiaMigra
  1. Rodrigo Borges Delfim. Portal MigraMundo
    Por uma mídia mais humana e aberta ao diferente: o site MigraMundo e a cobertura jornalística sobre migrações no Brasil

 

Das 15h30 às 17h00 – MIGRAÇÃO, IMPRENSA E COLETIVOS II

  1. Elaine Javorski. UniBrasil
    A mídia para imigrantes como instrumento de preservação das memórias na diáspora
  1. Francisco José Eboli Machado. Unisinos
    O Caso Pérolas Negras: uma reflexão sobre futebol, jornalismo e fluxos migratórios
  1. Daniel de Moura Pinto. POSCOM-UFSM
    O sujeito-objeto e a construção do discurso do “Outro”: uma análise de discurso sobre o processo migratório de senegaleses e haitianos no Jornal  Pioneiro de Caxias do Sul, RS
  1. Maude Fauteux. UQAM
    Les perceptions d’apprenants immigrants adultes à l’égard d’activités interculturelles réalisées dans une classe de francisation
  1. Camila Escudero
    Universidade Metodista de São Paulo  Geopolítica cultural: a identidade lusófona nos jornais de Língua Portuguesa de Macau

 

Das 17h00 às 18h30 – MOBILIDADES TRANSNACIONAIS, TERRITÓRIOS E IDENTIDADES

  1. Rodrigo Trapp, Fernanda Almeida, Clarissa Trentini e Jorge Sarriera. UFRGS
    Tradução e Adaptação da Refugee Integration Scale (RIS)
  1. Edmar José da Rocha. Università Degli Studi di Milano
    Transnational migration between Brazil and Europe: a comparative study between London and Milan
  1. Roberta Gabriela Sucolotti de Andrade , Cristiane Feldmann Dutra. Uniritter
    A imigração como única opção para melhoria na qualidade de vida
  1. Tatiana Tannús Grama; Eloisa Pereir Barroso. UNB
    Identidade e representação social na relação entre Migração e Turismo e na metamorfose do “turista-migrante”
  1. Líria Maria Bettiol Lanza e Daniele Soares Sana. UEL
    Do transnacionalismo na análise dos fluxos migratórios na região metropolitana de Londrina/PR

 

Das 18h30 às 20h00 – GÊNERO E IMIGRAÇÃO III

  1. Mariurka Maturell Ruiz. UFSC
    Espacio, migración y género: Encrucijadas y relacionamientos
  1. Natália Ledur Alles. ESPM-SP
    O uso de TICs nas experiências de ativismo de mulheres migrantes em São Paulo
  1. Rodrigo Fessel Sega. UNICAMP
    “Falando com os peixes betas que não existem na minha casa”: o uso das tecnologias da informação e comunicação pelas brasileiras migrantes no Canadá
  1. Samantha Serrano. USP
    Experiências das mulheres imigrantes bolivianas em São Paulo em maternidade e cuidados em saúde da família
  1. Valéria de Oliveira. UFR
    Mulheres brasileiras em Lisboa: identidade negociada

 

Ato cultural do Bloco Bésame Mucho e Coletivo La Clandestina, encerrando a programação
do primeiro dia do VIII Fórum de Migrações, no Rio (nov/2016).
Crédito: Divulgação

Quarta 18/10

8:30-11:00 – PRESENÇA MIGRANTE, DO SOCIAL AO INSTITUCIONAL

Imigração Oeste-africana em Cabo Verde: formação profissional e inclusão sociolaboral das mulheres
Clementina Baptista Furtado. UNICV. Praia – Cabo Verde

Fluxos migratórios internacionais na América Latina e saúde: o caso dos haitianos no Sul do Brasil
Daniel Granada e Priscila Pavan Detoni. UNIVATES. Lajeado

Migração no século XXI e os desafios para os direitos do trabalho
Cleusa Santos, Gleice Erbas da Silva e Juliana Puga de Aquino. UFRJ. Rio de Janeiro

Ênfase na internacionalização acadêmica a partir de um site estrangeiro e em duas instituições no Rio de Janeiro
Isabela Cabral Félix de Souza. FIOCRUZ/NIEM. Rio de Janeiro

 

11:00-13:30 – MIGRAÇÕES, AÇÃO E REPRESENTAÇÃO

Éléments d’épistémologie pour l’analyse des sites web de migrants en diaspora
Asmaa Azizi. Sorbonne. Paris
Claire Scopsi. DICEN-IDF. Paris

Cine Migrante y Alteridad en la Obra de Llorenç Soler
Rafael Tassi Teixeira. UTP. Curitiba
Denise Cogo. ESPM. São Paulo

Tecnicidades e identidades migrantes nos usos sociais das mídias: uma aproximação à imigração senegalesa no sul do Brasil
Liliane Dutra Bignol. UFSM. Santa Maria

Experiências de Cosmopolitismo e Mobilização Midiática da Empatia no evento Meu Amigo Refugiado
Sofia Cavalcanti Zanforlin. UCB. Brasília

 

Das 14h00 às 15h30 – SAÚDE E MIGRAÇÃO

  1. Denise Gonçalves, Antonio Ruffino Netto. USP
    Tuberculose em imigrantes no Estado de São Paulo
  1. Julianna Godinho Dale Coutinho. IMS/UERJ
    Acesso à saúde por refugiados e solicitantes de refúgio no Rio de Janeiro
  1. Lineth Hiordana Bustamante Ugarte. USP
    Menthal health and care barriers in Bolivian migrants in São Paulo, Brazil
  1. Rodrigues Alfredo Università di Roma
    La Sapienza Rawls: Between demos and ethnos

 

Das 15h30 às 17h00 – INTERCULTURALIDADE, EDUCAÇÃO E TRADIÇÕES

  1. Adriana de Carvalho Alves. UPM
    Latino-americanos na escola e Interculturalidade: reflexões sobre Formação Docente, Currículo e Cultura Escolar
  1. Ana Claudia de Sá Teles Minnaert. Agência Nacional de Vigilância Sanitária
    Um olhar antropológico sobre a migração chinesa para Salvador, Bahia
  1. Caroline Camargo. UCS
    A hospitalidade e migração em Caxias do Sul/RS: uma breve análise
  1. Juliana Mota de Siqueira. École des Hautes Etudes en Sciences Sociales
    Cartografias de Corpos – Território: Fronteira, Mobilidade e Urbanização na Amazônia
  1. Cizina Célia Fernandes Pereira Resstel, José Sterza Justo, Mary Yoko Okamoto. UNESP
    Segunda geração de imigrantes: filhos de dekasseguis no Japão

 

Das 17h00 às 18h30 – REFÚGIO E MIGRAÇÃO FORÇADA I

  1. Debora Flaminia Draghi Manoel. University of Amsterdam
    Syrian refugees: Brazil as new home
  1. Fernanda Almeida, Rodrigo Trapp, Clarissa Trentini, Jorge Castellá Sarriera. UFRGS
    O Processo de Integração de Refugiados: Uma Revisão Sistemática
  1. Fernanda de Azevedo Milanez. UERJ
    Infância e cultura: primeiras linhas sobre crianças refugiadas
  1. Gabriela Santos da Silva. UFRGS
    A securitização dos refugiados sírios pela França
  1. Isadora d’Avila Lima Nery Gonçalves. UFF
    Solicitantes de Refúgio no Brasil

 

Das 18h30 às 20h00 – REFÚGIO E MIGRAÇÃO FORÇADA II

  1. Raquel Araújo de Jesus. PPGEST-UFF
    Deslocamento interno de pessoas na Colômbia durante o governo de Álvaro Uribe (2002-2010)
  1. Rickson Rios Figueira. UFRR
    Humanitarismo ou segurança? O alcance normativo do princípio do non-refoulement e a política europeia para refugiados no Mar Mediterrâneo após a crise de 2015
  1. Sabrina Sant’Anna Rizental. UEC
    Refugiados: tensões em um imaginário de acolhimento
  1. Zakia Ismail Hachem. UFMG
    A importância da religião na compreensão da mobilidade social dos refugiados sírios no Brasil
  1. Zélia Aurea Azevedo Thomaz. UFRJ
    Política de migração entre a união europeia e Alemanha: Escalas e possibilidades de cooperação
Vista do campus Praia Vermelha, da UFRJ.
Crédito: Wikimedia Commons

Quinta 19/10

8:30-11:30 – REFÚGIO E MIGRAÇÕES FORÇADAS

Pesquisando migrantes forçados e refugiados: reflexões sobre desafios metodológicos no campo de estudos
Julia Bertino Moreira. UFABC. São Bernardo do Campo

Dinâmicas burocráticas e existenciais de refugiados colombianos no Brasil
Ángela Facundo Navia. UFRN. Natal

Imigração/refúgio uma prática em construção no Serviço Social
Mariléia Inoué. UFRJ. Rio de Janeiro

O refúgio à luz do direito internacional e do direito comunitário europeu
Sidney Guerra. UFRJ. Rio de Janeiro
Elizabeth Accioly. Universidade Europeia. Lisboa – Portugal

Forçados a fugir do Triângulo Norte da América Central: Uma crise humanitária negligenciada
Jean-François Véran. MSF. Rio de Janeiro
Marc Bosch Bonacasa. MSF. Rio de Janeiro
Renata Camile Carlos Reis. MSF. Rio de Janeiro

 

11:30-13:30 – MIGRAÇÕES E GEOPOLÍTICA DA EXCLUSÃO

Políticas de deportación y experiencias de retorno forzado en Ecuador
Gioconda Herrera. FLACSO. Quito – Equador

Fronteira, securitização e retóricas xenofóbicas: o caso brasileiro recente
Hélion Póvoa Neto. NIEM-UFRJ. Rio de Janeiro

Geopolítica das migrações no espaço euro-mediterrânico: Política, Mídia e Interculturalidade
Mohammed Nadir. Universidade de Coimbra. Coimbra – Portugal

Fluxos migratórios recentes no Brasil: o cenário pós crise econômica de 2008
Antônio Tadeu de Oliveira. IBGE. Rio de Janeiro

 

Das 14h00 às 15h30 – TROCAS INTERCULTURAIS E ALTERIDADE I

  1. Diana Patricia Bolaños Erazo. UFSM
    A migração dos brasileiros à Colômbia: um fato social total
  1. Paola Cristina Nicolau, César Augusto Silva da Silva. UFGD
    O novo fluxo migratório de venezuelanos na América Latina
  1. Filipe Soto Galindo, Orane Hmana, Rachid Oulahal, Julien Teyssier e Patrick Denoux. Université Toulouse – Jean-Jaurès
    Validation d’um outil d’identifications des strategies identitaires em situation interculturelle em lagues Française, Anglaise et Portugaise
  1. Fabiane Cristina Albuquerque. UNICAMP
    Imigração e Insegurança: Representações aprisionam? Uma etnografia no bairro Veronetta
  1. Fernando Diehl. UFRGS
    Estigmatização e estereótipo do imigrante haitiano em Lajeado, Rio Grande do Sul

 

Das 15h30 às 17h00 – TROCAS INTERCULTURAIS E ALTERIDADE II

  1. Eric Júnior Costa. Universidade Aberta de Portugal
    Migração e aquisição de Português como Língua de Acolhimento: promovendo a abertura para a diferença e diversidade no Brasil
  1. Filipe Soto Galindo, Elaine Costa Fernandez, Patrick Denoux Université Toulouse – Jean-Jaurès
    Influência do contextuo cultural na escolha de estratégias identititárias individuais e coletivas em situação de mobilidade
  1. Luciana de Sousa Lima,Conceição Nogueira Universidade do Porto, Portugal
    Mobilidade Estudantil Internacional e o (Não) Retorno ao País de Origem: Fluxos Atuais em Discussão
  1. Nathália Costa, Gianlluca Simi. UFSM
    Mii casa, su casa: cruzamento de pesquisas de campo e a iminência do ‘bom imigrante’
  1. Nayara Costa Nogueira, Caio da Silveira Fernande. USP e UFPR
    A extensão universitária como possibilidade para a prática política de reconhecimento e efetivação dos direitos humanos dos migrantes na cidade de São Paulo: o caso do PROMIGRA

 

Das 17h00 às 18h30 – SUBJETIVIDADES E TERRITÓRIOS IDENTITÁRIOS I

  1. Nicolas Quirion. IPPUR/UFRJ
    Trajetórias migratórias às margens da cidade: a presença de “africanos” e “europeus” nas favelas cariocas
  1. Olivia Nogueira Hirsch. PUC-Rio
    Entre o paraíso e o inferno racial: experiências de estudantes e imigrantes cabo-verdianos no estado do Rio de Janeiro
  1. Rosane Cristina Prudente Rose Thioune. UFB
    A palavra tambor, griôs e a imigração senegalesa em Salvador
  1. Rosinere Evaristo. UFRRJ
    Programa Escolas Interculturais de Fronteira: intencionalidades e desdobramentos
  1. Sirlei de Souza. ECO-UFRJ
    Imigração e vivências de haitianos em Joinville (SC): indícios da construção de interculturalidade

 

Das 18h30 às 20h00 – SUBJETIVIDADES E TERRITÓRIOS IDENTITÁRIOS II

  1. Janaina Santos de Macedo. PPGAS/UFSC
    Uma análise das migrações como poéticas e políticas de transformação social a partir de uma ética da coabitação
  1. Thalita Moreira Barbosa. UFJF
    Reflexões iniciais sobre a elite no exílio: os presentes nas missas de réquiem de D.Pedro II
  1. Tiago Duarte Dias. PPGA-UFF
    Narrativas de perseguição, narrativas de liberdade: diálogos entre a identidade, curda e a identidade dinamarquesa
  1. Jorge Luiz Veschi. EICOS-UFRJ
    O papel da língua na transformação do sujeito migrante e sua inserção na sociedade de acolhimento
  1. Verónica Pérez. Universidad de la República, Montevideo-Uruguay
    El cuerpo como alteridad en la experiencia migrante

 

Sexta 20/10

8:30-11:00 – JUNTOS E SEPARADOS: QUEM SÃO OS OUTROS?

Conviviality on the brink
Tilmann Heil. KUL. Leuven – Bélgica

Rapporter l’horreur des tensions interculturelles: la couverture Médiatique de l’attentat à la mosquée de Québec
Farrah Berrubé. UQTR. Trois-Rivières – Canadá

Crise econômica e a exacerbação do preconceito
Ismênia Lima. UFF. Rio de Janeiro

Discursos y prácticas de humanitarismo: redes y organizaciones de “llamantes” de refugiados sirios en Argentina
Sílvia Montenegro. UNR. Rosario – Argentina

 

11:00-12:30 – ESPAÇO URBANO E COMUNIDADES MIGRANTES

Representações da presença peruana no Rio de Janeiro
Camila Daniel. UFRRJ. Rio de Janeiro

Identidade e solidariedade dos antioquences do Rio de Janeiro: estudo de casos
Míriam Abdouche. UFRJ. Rio de Janeiro

Em Tempos de Songorocosongo: memórias dos encontros interculturais migrantes na cidade do Rio de Janeiro
Catalina Revollo Pardo. UFRJ. Rio de Janeiro

 

MESA DE ENCERRAMENTO

Coletivos Migrantes: Presença, diálogo e negociação

 

Das 15h00 às 16h30 – POLÍTICAS MIGRATÓRIAS E CIDADANIA

  1. Giovanna de Oliveira Kanas. USP
    Cidadania, nacionalidade e migrações internacionais: imigrantes no Conselho Participativo do Município de São Paulo
  1. Josimar Nascimento; Juliana Camelo; Maria Gonçalves; Rafaela Bossardi; Vanessa Moojen. CAM-RS
    Imigrantes e Políticas públicas: os desafios enfrentados na garantia de direitos da população migrante
  1. Roger Lucas Correa Martins. IESP-UERJ
    Inclusão Política de Estrangeiros: Análise Comparativa entre Argentina, Brasil e Equador
  1. Vanessa Generoso Paes. USP
    Imigração, Estado e Instituições: políticas públicas em contextos democráticos de direito
  1. Rocio del Pilar Bravo Shuña. USP
    O SUS para Todas e Todos é possível? Até para as pessoas imigrantes?
  1. Caroline Nunes Albertino. UERJ
    Os efeitos do multiculturalismo na União Europeia

 

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.