Festa do Imigrante de São Paulo de 2021 é confirmada para dezembro e volta ao formato presencial

O tradicional evento cultural, que permite uma volta ao mundo gastronômica e cultural, ocorrerá no espaço da antiga Hospedaria do Brás nos dias 17, 18 e 19 de dezembro

0
103
Apresentação cultural durante a Festa do Imigrante. Após um 2020 totalmente no formato online, as atividades retornam ao presencial na edição 2021. (Foto: Divulgação)

Já dá para colocar na agenda, se programar e preparar a máscara e o álcool em gel: depois de um 2020 no qual teve de ser adaptada para o formato virtual em razão da pandemia, a Festa do Imigrante de São Paulo voltará ao formato presencial neste ano.

O tradicional evento cultural, que permite uma volta ao mundo gastronômica e cultural, ocorrerá no espaço da antiga Hospedaria do Brás nos dias 17, 18 e 19 de dezembro, quase no apagar das luzes de 2021. O anúncio foi feito na última semana pelo Museu da Imigração de São Paulo, promotor do evento.

“Após edição online, ocorrida no cenário restritivo causado pela Covid-19, a edição de 2021 retorna ao formato original com atrações interativas e exclusivas das comunidades que fazem parte da Festa. Mais novidades em breve!”, escreveu o Museu em seu site oficial e nas redes sociais.

A instituição já adianta, contudo, que algumas performances das comunidades participantes serão transmitidas ao vivo e haverá venda antecipada dos ingressos. E que será exigido teste negativo para Covid ou comprovante de vacinação para acesso ao evento, conforme determina o plano estadual de combate à pandemia.

A data ocorre ainda em um final de semana simbólico, já que no sábado (18 de dezembro) é lembrado como o Dia Internacional do Imigrante

O Museu da Imigração também anunciou que está aberto até a próxima sexta-feira (12) o cadastro para grupos culturais – que representem culturas migrantes – interessados em se apresentar no evento. O formulário pode ser acessado e preenchido por meio deste link, no site do Museu.

Sobre o evento

A Festa do Imigrante, promovida anualmente no complexo da antiga Hospedaria de Imigrantes do Brás, tem como objetivo enaltecer as heranças e tradições de diversas nações, além de também valorizar as contribuições das comunidades migrantes contemporâneas.

Ao todo, mais de 80 comunidades, representadas por 50 nacionalidades diferentes, participam do evento com música, dança, artesanato e gastronomia. Em 2019 a Festa atraiu mais de 20 mil pessoas ao complexo no qual funcionam o Museu e o Arsenal da Esperança.

Já na edição online de 2020 foram 17 lives de apresentações artísticas e 19 oficinas culturais, representando 28 países e regiões. O evento ocorreu de 30 de novembro a 6 de dezembro.


*Venha ser parte do esforço para manter o trabalho do MigraMundo! Veja nossa campanha de financiamento recorrente e junte-se a nós: https://bit.ly/2MoZrhB

*Gostaria de ingressar em nosso grupo de WhatsApp para receber em seu celular as atualizações do MigraMundo? Envie seu nome e telefone para blogmigramundo@gmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui