Volátil, Incerto, Complexo e Ambíguo: o ‘Mundo VUCA’ da Mobilidade Global em meio à pandemia

Uma área que já lida com diferentes culturas, países, línguas, cenários, processos e outros fatores agora tem que lidar, mais ainda, com questões de segurança e saúde, adicionando mais Complexidade à jornada

0
162
Área de Mobilidade Global foi uma das primeiras a sofrerem os efeitos da pandemia de Covid-19
Área de Mobilidade Global foi uma das primeiras a sofrerem os efeitos da pandemia de Covid-19. (Foto: Pixabay)

O ano de 2020 não foi um ano comum. Ou, em outras palavras, não foi um ano fácil para ninguém. Passamos todos por muita coisa, todos nós passamos por uma tempestade sem tamanho. A área de Mobilidade Global foi uma das primeiras a sofrer tais efeitos.

E, com o novo ano, mesmo que nada mude do dia para noite, já começamos com algumas boas notícias: Vacinações contra a Covid-19 começaram pelo mundo no início de 2021, e já estamos vendo resultados desse avanço.

Com esforço, recursos, e um objetivo comum, podemos resolver muitos dos problemas que nos assolam — e espero que essa boa notícia seja um exemplo das coisas boas que podemos fazer para resolver situações como fome, pobreza, e outras doenças que ainda devastam países em nosso planeta.

A Mobilidade Global foi imediatamente afetada. Fronteiras elásticas, ou mesmo fechadas, consulados e embaixadas fechadas, insegurança na movimentação de pessoas pelo mundo, pessoas presas em países diferentes devido a lockdowns, isso sem falar nas famílias que acabaram sendo separadas por causa das medidas de restrição e combate ao avanço da pandemia… E pela velocidade que esses impactos aconteceram, a Volatilidade de situações, e a necessidade de respostas rápidas, fez com que a área de Mobilidade Global tivesse que tomar ações rápidas, que visassem tanto o business quanto os expatriados e co-expatriados.

Com isso, novas táticas e estratégias foram adotadas, e novas formas de movimentar pessoas pelo mundo foram implementadas – com uma certa dose de dúvida. O Mundo de Global Mobility que já lida com diferentes culturas, países, línguas, cenários, processos, provedores, formulários, prazos, impactos, demandas e pessoas, agora tem que lidar, mais ainda, com questões de segurança e saúde, adicionando mais Complexidade à jornada.

Mobilidade Global também no meio virtual

Um exemplo recente é o Virtual Assignment, que por muito tempo foi somente um plano, e passou a ser discutido e colocado em prática por muitas empresas. A Mobilidade Global passou a ser virtual: profissionais trabalhando pelo mundo do conforto de seus lares, por mais estranho que isso possa soar. E, como bem lembrado com uma grande colega, com impactos que pareciam ser invisíveis, que só se tornam visíveis ao expatriados (e co-expatriados) pela ação do advisor de Mobilidade Global.

Além das novas tecnologias e métodos que auxiliaram e auxiliam a jornada de GM, novos impactos, novas dúvidas, novas facilidades e novas oportunidades surgiram. Um exemplo simples de facilidade criada, e que ainda está sendo adaptada, é a Tele-Vistoria, quando um expatriado faz a vistoria do seu novo imóvel através de uma ferramenta como o Zoom – além do apoio de um advisor de Relocation.

Muito do que essa situação nada agradável nos mostrou é que nós, seres humanos, somos adaptáveis. Em meio à Incertezas, conseguimos nos adaptar à novos cenários, mesmo que não sejam os mais favoráveis, para que possamos avançar. Em Global Mobility isso não é diferente, nos adaptamos. Nosso dia a dia passou a ser mais digital, e nossa atuação passou a ser não só em Expatriados, mas em Cultura, em Compliance, em Segurança, em Talentos… Todos os assets que um profissional de Mobilidade Global desempenha, os quais são aprendidos através da experiência do dia a dia, estão sendo colocados à prova, nos novos cenários propostos pela pandemia, nas empresas. 

Mundo ‘VUCA’

E mesmo com essas habilidades todas, ainda não é possível que façamos previsões acuradas do futuro. Temos pouco poder de ver o que está por vir. Usamos das experiências que acumulamos até aqui para dar o próximo passo, mas não significa que sabemos o que encontraremos ao virar a próxima esquina. A Ambiguidade faz parte, agora mais do que nunca, do dia a dia de todos.

Com a Vacina contra a Covid-19, por exemplo, podemos prever que, em curto e médio prazos, países requererão comprovações de que o expatriado está vacinado – e, dependendo do país, qual é o tipo de vacina tomada (não sabemos efetivamente como isso será visto mais para frente). Ainda, se uma quarentena será necessária, ou quais outros desdobramentos podem acontecer. Por isso estar atento à pequenas mudanças dos países, possíveis fricções entre Estados e tantas outras coisas que podem ajudar ou atrapalhar seu próximo passo no exterior.

Até o momento, temos conosco a certeza de que estamos avançando, em um mundo novo. Para muitos um mundo VUCA: Volátil, Incerto (ou melhor, Uncertain, no termo em inglês), Complexo e Ambíguo. Para nós todos, uma nova segunda-feira.


Sobre o autor

Danyel Andre Margarido possui mais de dez anos de experiência em Mobilidade Global e Expatriados, atuando como consultor de Global Mobility na EMDOC, e fundador da Altiore Experience. Já realizou a movimentação de mais de 2000 famílias pelo mundo. É formado em Relações Internacionais pela UniFMU, com especialização em Direito Internacional pela Escola Paulista de Direito. Tem MBA em Recursos Humanos, pela Anhembi Morumbi, e um mestrado profissional em Recursos Humanos Internacionais, pela Rome Business School.


*Venha ser parte do esforço para manter o trabalho do MigraMundo! Conheça nossa campanha de financiamento recorrente e junte-se a nós: https://bit.ly/2MoZrhB

*Que tal receber notícias do MigraMundo diretamente em seu WhatsApp? Basta acessar este link e entrar em nosso grupo de distribuição de conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui