De WhatsApp a vídeo, veja como organizações mantêm serviços para imigrantes e refugiados em SP

0
319
WhatsApp virou ferramenta para auxiliar no atendimento a imigrantes durante a pandemia
WhatsApp virou uma das ferramentas de atendimento a imigrantes durante a pandemia. (Foto: Pixabay)

Devido à disseminação do coronavírus, uma série de atividades e serviços voltados à população imigrante foram suspensas ou tiveram alterações para continuarem funcionando. Nesse cenário, ferramentas que antes eram um canal a mais para facilitar a comunicação se tornaram a única via possível para manter algum nível de atendimento.

O WhatsApp, popular aplicativo de mensagens, e plataformas diversas de vídeo estão entre os recursos que têm ajudado instituições e coletivos diversos a não paralisar por completo suas ações.

Outras ferramentas, como vídeos e formulários online, também têm ajudado nessa tarefa.

O MigraMundo lista algumas das instituições de São Paulo que têm usado a tecnologia para não paralisar suas atividades por completo em tempos de quarentena.

Caso você saiba de algum serviço relevante para imigrantes que não esteja nesta lista, basta escrever para blogmigramundo@gmail.com . A sugestão será avaliada para atualização do conteúdo.

Aliança Empreendedora

Focada no apoio a pequenos empreendedores e com programas dedicados a migrantes, a Aliança Empreendedora têm aproveitado um recurso que já possuía: as lives por redes sociais e outros conteúdos que permitem acesso remoto.

Tanto as redes sociais da Aliança quanto a plataforma Tamo Junto seguem sendo atualizadas pela equipe da organização.

CAMI

O CAMI (Centro de Apoio e Pastoral do Imigrante) tem três números de WhatsApp, um para cada área de atuação específica, que atendem em dias úteis, das 13h às 17h:

  • regularização migratória: (11) 96729-4238
  • assistência social: (11) 96212-9317
  • orientação jurídica: (11) 98066-8115

Caritas-SP

Uma das referências no atendimento a refugiados e solicitantes de refúgio em São Paulo, a Caritas conta com uma série de números de WhatsApp para diferentes áreas nas quais atua.

Quem ainda não possui cadastro na Caritas deve solicitar por meio do WhatsApp (11) 94574 6358. Para quem já possui, basta acionar a organização pelo aplicativo de mensagens ou por e-mail, de acordo com a lista abaixo:

Pedidos ao CONARE (certidões, notificações etc.)
E-mail: certidao.casp@gmail.com
Telefone: (11) 4873-6363
WhatsApp: (11) 99187-5893

Assistência
E-mail: assistencia.casp@gmail.com
WhatsApp: (11) 94568-2737

Integração
E-mail: integracao.casp@gmail.com
WhatsApp: (11) 96609-6661

Proteção
E-mail: duvidasrefugio@gmail.com
WhatsApp: (11) 93206-3021

CDHIC

O CDHIC (Centro de Direitos Humanos e Cidadania do Imigrante) vai manter ao longo da quarentena um serviço de atendimento psicosocial. O foco são informações sobre prevenção ao coronavírus, acesso aos serviços públicos e assistência social.

O serviço deve ser agendado por WhatsApp, por meio do número (11) 95327-8158.

CRAI

Considerado um serviço público essencial em meio à quarentena, o CRAI (Centro de Referência e Atendimento ao Imigrante), sob gestão da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, é o único local desta lista que ainda conta com algum tipo de atendimento presencial —das 10h às 16h.

No entanto, os atendimentos devem ser agendados por telefone — por meio dos números (11) 2361-3780, (11) 2361-5069 e (11) 98555-0981 (WhatsApp).

Missão Paz

A Missão Paz divulgou ainda no começo de março um plano de contingenciamento que inclui conscientização ao público sobre o coronavírus, interrupção de atividades presenciais, redução de determinados atendimentos, políticas de home office para funcionários e a Casa do Migrante.

Atendimentos remotos são feitos pelo telefone (11) 3340-6950, de segunda a sexta, das 9h às 11h e das 14h às 17h, e pelo e-mail protecao@missaonspaz.org .

E a exemplo de outras paróquias, a Igreja Nossa Senhora da Paz —que faz parte da Missão Paz— está transmitindo suas missas (sem público) pelo Facebook, em português, italiano e espanhol. Há também transmissões diversas pela Rádio Web Migrantes, que fica nas dependências da instituição.

ProMigra

O ProMigra (Projeto de Promoção de Direitos dos Migrantes) disponibilizou um formulário online para organizar seu serviço de atendimento jurídico para migrantes em geral.

O formulário está disponível no link https://forms.gle/6FCJkEuSFy3JWCN16

Outras iniciativas

No último dia 26 de março, reportagem do MigraMundo destacou uma série de iniciativas que estão sendo conduzidas por entidades da sociedade civil para tentar mitigar os efeitos econômicos da pandemia sobre migrantes. Muitos deles atuam no mercado de trabalho informal e tiveram suas atividades fortemente afetadas pela quarentena.

Também no MigraMundo é possível encontrar uma lista com imigrantes em São Paulo que atuam com gastronomia e que estão atendendo pedidos por encomenda.


*Venha ser parte do esforço para manter o trabalho do MigraMundo! Conheça nossa campanha de financiamento recorrente e junte-se a nós: https://bit.ly/2MoZrhB

*Que tal receber notícias do MigraMundo diretamente em seu WhatsApp? Basta acessar este link e entrar em nosso grupo de distribuição de conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.