Além de “Órfãos da Terra”, lista mostra outras 11 novelas e série brasileiras que falaram de migrações

1
356
Cena da novela Terra Nostra. Crédito: Acervo Globo

Produções já abarcaram recortes como tráfico de pessoas, brasileiros no exterior e migrações históricas

Por Antonella Pulcinelli
Em São Paulo (SP)

Nesta terça (02) estreou “Órfãos da Terra”, nova novela das 18h da Globo, que marcou a volta da temática migratória aos folhetins da emissora.

Sim, porque outras novelas e minisséries nos últimos anos já trataram de diferentes recortes relacionados às migrações – tanto dos movimentos históricos como recortes mais contemporâneos, como o tráfico de pessoas e a vida de brasileiros nos Estados Unidos.

O MigraMundo listou algumas das tramas que trataram, ainda que de forma indireta, questões migratórias. A Globo concentra a maior parte, mas outras emissoras também deram suas contribuições

1 – Nino: o Italianinho (01/05/1969 a 05/07/1970)
Autores: Geraldo Vietri e Walther Negrão
Produção: TV Tupi

Nino é um imigrante italiano, que chegou aos quinze anos ao Brasil com o tio Ângelo e hoje vive no bairro paulistano do Bixiga como um bem-sucedido dono de mercearia. Ele é muito querido por todos e ama Natália que o se interessa por ele, pois ambiciona casar-se com seu rico patrão, Renato, dono de joalheria e filha de Dona Virgínia que é a proprietária da vila onde vive.

Divulgação da novela Nino – O italianinho

2 – Os Imigrantes (27/04/1981 – 01/11/1982)
Autor: Benedito Ruy Barbosa
Produção: Rede Bandeirantes

Com a abolição dos escravos no Brasil, os fazendeiros se viram obrigados a contratar mão de obra importada para suas plantações e com isso diversos imigrantes vieram para o Brasil e ajudaram a construir o pais no inicio do século 20. A novela Os Imigrantes conta a historia dos três Antônios: o De Sálvio, italiano romântico; o Pereira, português namorador; e o Hernandez, espanhol anarquista de sangue quente.

Divulgação novela Os Imigrantes

3 – Minissérie Anarquistas Graças a Deus (7 a 17 de maio de 1984)
Autores: Walter George Durst adaptação do livro de Zélia Gattai
Produção: Rede Globo

Com base nas recordações de Zélia, a caçula da família Gattai, de imigrantes italianos, formada pelos pais Ernesto e Angelina e os irmãos mais velhos Remo, Vanda, Vera e Tito, retrata sua vida na São Paulo das décadas entre 1910 e 1920 e a convivência com a empregada brasileira Maria Negra, os ideais anarquistas e o desejo de viverem na Colônia Santa Cecília, reduto de anarquistas.

4 – Vida Nova (21/11/1988 – 06/05/1989)
Autor: Benedito Ruy Barbosa
Produção: Rede Globo

Retrata a convivência entre imigrantes da Europa, principalmente os italianos que vivem em um cortiço no bairro paulistano do Bixiga dos anos 40. Ali vive Laura (Yoná Magalhães) que é ex-prostituta chamada de Lalá, invejada e desejada é a grande líder do cortiço. É mãe de Marialina (Gabriela de Oliveira) que apaixona Antonio Sapateiro (Carlos Zara) que também é morador do cortiço como Gema (Nívea Maria), que já viúva, casou-se com Pietro (Osmar Prado), até o dia em que foi surpreendida com o reaparecimento de seu primeiro marido, Sebastião (Roberto Bonfim).

5 – O Rei do Gado (17/06/1996 – 14/02/1997)
Autor: Benedito Ruy Barbosa
Produção: Rede Globo

Duas famílias de imigrantes italianos, vizinhos no Brasil, nutrem uma rivalidade há anos por causa de um pedaço de terra. São os Berdinazzi, plantadores de café, e os Mezenga, criadores de gado.

Nesse ambiente, a novela também retrata a paixão entre Bruno Mezenga (Antônio Fagundes), o rico fazendeiro, e a boia-fria Luana Berdinazzi (Patrícia Pillar), o que estimulou ainda a discussão sobre posse de terras e reforma agrária que contagiou a opinião pública na época.

Nos capítulos finais há ainda a viagem de um dos personagens principais à Itália para conhecer de perto as raízes familiares

6- Terra Nostra (20/09/1999 – 02/06/2000)
Autor: Benedito Ruy Barbosa
Produção: Rede Globo

Terra Nostra se passa em 1894 e mostra a chegada dos italianos ao Brasil no final do século XIX e nas primeiras décadas do século XX, e sua importância na formação da sociedade brasileira. Fugindo da crise econômica de seu país, veem ao Brasil tentar a sorte. O país naquela época precisava de mão de obra para substituir o trabalho escravo nas plantações de café.

A novela conta essa história a partir do romance entre os jovens italianos Matteo (Tiago Lacerda) e Giuliana (Ana Paula Arósio), que resiste a todos os conflitos e desencontros.

Cena da novela Terra Nostra. Acervo Globo.

7 – Esperança (17/06/2002 – 15/02/2003)
Autores: Benedito Ruy Barbosa e Walcyr Carrasco
Produção: Rede Globo

O pano de fundo de Esperança é a realidade de diferentes comunidades imigrantes no Brasil em meio à crise do ciclo do café, reflexo da Grande Depressão de 1929 no cenário sociopolítico mundial.

A novela conta a história de amor dos italianos Toni (Reynaldo Gianecchini) e Maria (Priscila Fantin). Toni vive ouvindo as histórias sobre o Brasil contada pelo tio, o comunista Giuseppe (Walmor Chagas), e ao ver toda a dificuldade do seu país decide ir embora com Maria para São Paulo em busca de uma vida nova.

8 – América (14/03/2005 – 05/11/2005)
Autora: Glória Perez
Produção: Rede Globo

Sol (Deborah Secco), brasileira que teve uma infância miserável no Rio de Janeiro é movida pelo desejo de realizar seu grande sonho que é morar nos Estados Unidos. América mostra através da história da protagonista a realidade de muito brasileiros que optam por atravessar a fronteira do México e chegar indocumentos aos EUA, em busca de uma vida melhor – e se deparam com uma realidade completamente diferente da que imaginavam.

Cena da novela América (2005).
Crédito: Acervo Globo.

9 – Caminho das Índias (19/01/2009 – 11/09/2009)
Autora: Glória Perez
Produção: Rede Globo

Caminho das Indias tem a trama principal dividida entre o Brasil e Índia, a novela começa a partir da paixão proibida entre dois jovens indianos que tem origens diferentes. Maya Meetha (Juliana Paes) é de uma família tradicional da casta dos comerciantes e Bahuan (Márcio Garcia) é da casta dos dalits, que são pessoas consideradas intocáveis, impuras pela sociedade indiana. Mas ele foi adotado ainda menino, pelo brâmane Shankar (Lima Duarte), integrante da casta mais alta da sociedade indiana, e juntos mantém em segredo a sua real origem. A novela gira em torno da descoberta da origem de Bahuan pela família de Maya – e os desdobramentos deste caso.

Cena da novela Caminho das Indias. Acervo Globo.

10- Salve Jorge (22/10/2012 – 17/05/2013)
Autora: Glória Perez
Produção: Rede Globo

Moradora do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, Morena (Nanda Costa) recebe uma proposta para trabalhar na Turquia. Ao chegar ao país, se depara com o fato de que foi traficada junto com outras mulheres e passa a lutar para voltar para casa. A trama mostra ainda um pouco dos bastidores das máfias que fazem tráfico internacional de pessoas, como captam e enganam as pessoas e suas famílias.

11 – Sol Nascente (29/08/2016 –  21/03/2017)
Autores: Walther Negrão, Júlio Fischer e Suzana Pires
Produção: Rede Globo

A história se passa em Arraial do Sol Nascente, lugar fictício, onde vivem dois amigos: Mário (Bruno Gagliasso), neto de Gaetano (Francisco Cuocco) e Guiseppina (Aracy Balabanian), que imigraram ao Brasil para fugir de mafiosos italianos, e Alice (Giovanna Antonelli), filha adotiva do japonês Kazuo Tanaka (Luís Melo).

A amizade se abalada quando Bruno se declara apaixonado por Alice, que passa dois anos estudando no Japão, o que obriga Bruno a amadurecer para conquistá-la.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira seu comentário
Informe seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.